• kacque

Vamos conversar sobre desapego?

Que os livros são objetos caros e não estão na lista de prioridades da maioria das pessoas, isso já sabemos. Sabemos também que o índice de leitura no país é bem baixo se comparado a outros países e muito disso se deve à falta de acesso.

As estatísticas mostram que a leitura não é uma prática comum entre os brasileiros e a maioria tem contato com os livros apenas na escola e nas bibliotecas públicas.

Mas como toda regra tem uma exceção, muita gente é apaixonada por esse objeto que pode transportar e transformar vidas. E com isso acabam comprando, ganhando, lendo, relendo e guardando... e aí é que eu queria chegar! Muitos livros nos causam impactos tão grandes, que passam a fazer partes de nossas vidas. Temos nos livros, por vezes, um amigo silencioso, um porto seguro, uma válvula de escape. Mas por que não dividi-los com outras pessoas? Quantas pessoas que você pode ajudar compartilhando um livro e fazendo dele um objeto itinerante, para que passe de mão em mão e transforme realidades?

É lindo ter uma biblioteca particular, cheia de livros com capas bonitas e coloridas, era sinal de status na antiguidade, onde os livros eram vendidos em metros. Mas quantos desses livros vamos reler ao longo de nossas vidas? Não sei! Ninguém sabe. É claro que os leitores apaixonados dirão que lerão sim e não tem coragem de se desfazer desses objetos tão queridos. Eu mesma já falei isso. E tem livros que eu não dou mesmo. Alguns, nem empresto... mas já aprendi bastante. Tenho praticado o desapego e fico muito feliz de ver pessoas iniciando na vida como leitores através de uma doação minha.

Livros são para voar, como dizia Castro Alves “Bendito aquele que semeia livros e faz o povo pensar.”

É muito gratificante ter uma biblioteca bonita e cheia, mas é muito mais gratificante ajudar as pessoas a encontrarem opções de lazer, conhecimento, aprendizagem, desenvolvimento e ideias, através da leitura. Doar livros é uma atitude de solidariedade e humanidade. Você pode dividir com pessoas que nem conhece um prazer que você já sentiu e sabe bem como é. Que tal dar uma olhadinha carinhosa na sua estante e separar alguma coisa? Nós, do Projeto Capitu lê e da Casa Eliseu Voronkoff, agradecemos e com certeza, faremos com que eles circulem, deixando-os sempre em boas mãos.

Jacqueline Carteri


"Cada livro, cada volume que você vê, tem alma. A alma de quem o escreveu, e a alma dos que o leram, que viveram e sonharam com ele. Cada vez que um livro troca de mãos, cada vez que alguém passa os olhos pelas suas páginas, seu espírito cresce e a pessoa se fortalece." Carlos Ruiz Zafón em A sombra do Vento

31 visualizações

(41) 3031-5355

Rua Julieta Vidal Ozório, 413 - Centro, Araucária - PR, 83702-060, Brazil 
CNPJ 29.801.135/0001-38
F D D Pesquisa e Produção Artística Ltda

©2019 by Casa Eliseu Voronkoff.