Falta


Está escuro, mesmo assim consigo ver o brilho dos seus olhos, estamos próximos, sinto sua respiração no meu rosto, ao fundo toca música num volume aconchegante, você envolve suas mãos na minha cabeça acariciando os cabelos da minha nuca, suas mãos estão geladas, eu gosto disso, meu braço está apoiado na lateral do seu corpo as pontas dos meus dedos tocam a pele macia das suas costas, assim levemente, não consigo parar de encarar seu olhar que parece me atravessar, não falamos nada, apenas percebemos o tempo passar e ele passa rápido assim mesmo como quando se está aproveitando um dia bom, o calor dos nossos corpos chega a ser palpável, sua pele começa a se arrepiar com o deslizar das minhas mãos quentes, ouço você gemer baixinho como quem quer meu toque, sinto os nossos corpos tão perto, gosto da forma com que você reage a minhas ações, gosto da sua voz e do seu cheiro, gosto de como sua boca demonstra também querer a minha, começo a percorrer as curvas do seu corpo com meus lábios, curvas que me lembram a loucura que foi chegar até ali, até aquele momento, minha mão grossa me deixa com receio de machucar sua pele que é tão delicada, mas as respostas que seu corpo da, me instiga a continuar e procurar seus lugares mais sensíveis, sua respiração está ficando ofegante, sinto seu hálito que me deixa com agua na boca, volto a te encarar, a forma com que seus olhos são perfeitamente desenhados me deixam impressionado, passo a mão por sua barriga, o toque do seu umbigo parece magico, da vontade de beijá-lo, sinto suas mãos tomando caminhos diferentes no meu corpo, você toca meu peito e sente o quanto estou quente, suas mãos frias me fazem suspirar, eu pego suas mãos e nossos dedos ficam entrelaçados, você segura meu braço e se vira de costas me fazendo te abraçar, nossos corpos se encaixam anatomicamente, te aperto com firmeza, seus cabelos se enrolam na minha barba, cheiro sua nuca suspirando fundo, estou vendo um arco-íris, então abro os olhos e acordo me deparando com a realidade, realidade de que você está a quilômetros daqui...


Este texto é de responsabilidade do autor/da autora.


33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Finidade